Ensino Fundamental e Médio

 

 

 

No Ceará, a questão do acesso à escola não é mais um problema, pois praticamente todas as crianças ingressam no sistema educacional. As políticas educacionais voltaram-se, então, para a melhoria da qualidade do ensino, focando nas taxas de repetência dos estudantes, na proporção das crianças e adolescentes que abandonam a escola e na baixa proficiência obtida pelos alunos em exames padronizados.

 

 

O Estado está avançando na Educação em Tempo Integral das escolas públicas e instituições de educação infantil e fomentando a qualidade da educação básica em todas as etapas e modalidades, com melhoria do fluxo escolar e da aprendizagem, garantindo o acesso e a permanência de todos os estudantes na escola, de modo a melhorar as médias no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), garantindo a execução das metas estabelecidas pelo PNE (Plano Nacional de Educação).

 

 

 

 

 

No último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb – 2019), o Ceará apresentou um ritmo decrescimento duas vezes superior do que a média brasileira, colocando o Ceará em amplo destaque pela qualidade de seu ensino fundamental e médio.

 

 

 

 

 

No Ranking Nacional, o Ceará alcançou 3º lugar nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e 79 escolas de 21municípios entre as 100 melhores. Conseguiu ainda 1º lugar nos anos finais (6º a 9º) e 73 escolas de 21 municípios. Além disso, conseguiu um crescimento inédito e se colocou em 4º lugar no Ensino Médio, ranking esse que não considera as 122 escolas profissionalizantes distribuídas pelo estado, e foi o Segundo Estado com mais escolas dentre as 100 melhores do Ensino Médio, com 21 escolas de 18 municípios.