Ferrovias

 

 

 

O Ceará, nos próximos anos, estará interligado à ferrovia Transnordestina, que conecta vários estados da região nordeste do Brasil. A ferrovia, de 1.753 km, tem 55% das obras concluídas.

 

 

O projeto vai fortalecer a logística de transporte ferroviário para escoamento da produção mineral e agrícola na região nordeste brasileira e ensejará o acesso alternativo aos portos de Itaqui (Maranhão), Suape (Pernambuco) e Pecém (Ceará).

 

 

 

Na prática, a implantação deste ramal ferroviário vai gerar competitividade e aumento da produção de grãos nas áreas de cerrado do sul do Maranhão e Piauí, bem como o desenvolvimento das províncias minerais da região.

 

 

 

A Transnordestina terá capacidade para transportar 30 milhões de toneladas por ano, com destaque para gipsita, gesso, calcário, fertilizantes, cimento, derivados de petróleo, soja, milho e frutas tropicais.

 

 

 

 

 

No Ceará, a Transnordestina terá 526 km de extensão, passando por 29 municípios. 

 

 

 

 

 

 

 

    O Metrô de Sobral

 

   O Metrô do Cariri que interliga as cidades do Crato e Juazeiro do Norte;

 

   O Metrô de Sobral.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fortaleza conta ainda com um Sistema de Veículo Leve sobre Trilho (VLT).