Decreto de isolamento social é prorrogado por mais 15 dias; Uso de máscaras será obrigatório e Fortaleza terá regras mais rígidas

5 de maio de 2020 - 17:14 # # # #

Ascom Casa Civil

Medidas foram anunciadas pelo governador Camilo Santana e pelo prefeito Roberto Cláudio

O governador Camilo Santana anunciou a prorrogação do decreto que estipula o isolamento social no Estado por mais 15 dias – até 20 de maio. O documento, que mantém as restrições estabelecidas anteriormente, institui ainda o uso obrigatório de máscaras em todo o Ceará já a partir de amanhã (6). Além disso, um segundo decreto passa a valer na próxima sexta-feira (8) e estabelece o isolamento social rígido em Fortaleza. As novas medidas foram anunciadas pelo governador em suas redes sociais, ao lado do prefeito Roberto Cláudio.

“Após uma série de estudos, pesquisas e projeções, decidimos recorrer às medidas mais rígidas para o isolamento social. Nós temos os números que comprovam que o nível de isolamento social reduziu muito, refletindo no aumento no número de casos e óbitos no Ceará, principalmente em Fortaleza. Mesmo com todo o esforço de abrir mais de mil novos leitos, o nosso sistema de saúde está chegando ao limite. O objetivo será sempre o de salvar vidas”, destacou Camilo.

O governador citou também os pontos que tornam o isolamento social mais rígido em Fortaleza. “Na Capital vamos implantar um isolamento social rígido. Haverá restrição na circulação de pessoas e veículos em espaços públicos, como praias, praças, calçadões e parques, permitida somente com devida justificativa, como busca aos serviços essenciais. Também haverá controle nas entradas e saídas da cidade, com a fiscalização de órgãos estaduais e municipais”, listou o governador.

“A velocidade da disseminação do vírus é muito maior que a capacidade dos gestores de abrir novos leitos para continuar atendendo e salvando vidas. Isso nos impõe, aliado às orientações de especialistas, que tomemos essas novas restrições, aliadas ao decreto já vigente, mas lembrando que o melhor fiscal tem de ser a nossa consciência”, disse o prefeito Roberto Cláudio.

Principais medidas do decreto de isolamento social rígido em Fortaleza

– Ficam vedadas a circulação de pessoas em locais ou espaços públicos, tais como praias, praças, calçadões, salvo quando em deslocamentos imprescindíveis para acessar as atividades essenciais;

– Fica estabelecido o controle de veículos particulares em vias públicas, salvo deslocamentos devidamente justificados, bem como veículos de serviços essenciais em funcionamento; deslocamento relacionados às atividades de segurança e saúde; transporte de cargas; serviços de transporte por taxi, mototáxi ou veículos disponibilizado por aplicativo.

– Controle de entrada e saída de Fortaleza com municípios limites;

– As pessoas comprovadamente infectadas ou com suspeita de contágio pela COVID-19 deverão permanecer em confinamento obrigatório em domicílio, em unidade hospitalar ou em outro lugar determinado pelas autoridades de saúde;

Deveres dos estabelecimentos essenciais em funcionamento, tais como unidades de saúde, supermercados, farmácias, postos de gasolina etc.

– Disponibilização de álcool 70% a clientes e funcionários; preferencialmente em gel;

– Uso obrigatório de máscaras de proteção por funcionários;

– Dever de impedir o acesso ao estabelecimento de pessoas que não estejam usando máscara, bem como impedir em seu interior a permanência simultânea de clientes que inviabilize distanciamento social mínimo de dois metros;

– Autorização para ingresso nos estabelecimentos de somente uma pessoa por família;

– Atendimento prioritário das pessoas do grupo de risco da Covid-19

– Motoristas do transporte público ou privado não devem permitir a entrada de pessoas sem o uso de máscaras;

Fiscalização

– O cumprimento da política de isolamento social rígido será objeto de fiscalização por agentes da Secretaria da Saúde, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Estadual e Detran, além de agentes municipais de fiscalização;

– As autoridades públicas deverão, prioritariamente, primar por condutas que busquem a sensibilização e a conscientização da comunidade quanto à importância do distanciamento social, bem como de permanência domiciliar;

Sanção

– O descumprimento ao disposto neste decreto sujeitará o infrator à responsabilização cível, administrativa e criminal, se necessário prevenir ou fazer cessar a infração.

Ouça

O governador Camilo Santana confirmou ainda que haverá ações mais restritivas em Fortaleza.

Camilo contextualizou que, diante do momento delicado em que passamos, com o aumento no número de infectados e óbitos no Ceará

As medidas são necessárias para continuar a aumentar ainda o sistema público de saúde. O governador Camilo Santana apelou aos demais prefeitos do Ceará que adotem medidas semelhantes, para evitar que haja mais contágio da doença.

Já o prefeito de Fortaleza, resumiu as medidas ao listar os cinco pontos que precisam ser cumpridos a partir da renovação do decreto.

O prefeito Roberto Cláudio apelou às pessoas para que respeitem o isolamento social e evitem a propagação da doença.

Ainda durante a transmissão, o governador Camilo Santana descartou o risco de desabastecimento de supermercados e farmácias.