Governo aprova 20 novos projetos industriais

8 de julho de 2019 - 10:09 # # #

O Conselho Estadual de Desenvolvimento Industrial (Cedin), presidido pelo governador Camilo Santana, deliberou no dia 04 de julho sobre 130 pleitos do setor produtivo,aprovando 126 projetos da pauta na primeira reunião do ano, realizada no Palácio da Abolição. Entre as resoluções constam 20 novos empreendimentos que podem atrair R$ 989 milhões em investimentos e criar mais de mil empregos diretos.

Na relação de pleitos aprovados destaque para o setor de energias renováveis, propenso a investir R$ 916 milhões no Ceará e gerar cerca de mil empregos diretos, sendo parte dos projetos é de geração de energia solar fotovoltaica e serão instalados no município de Limoeiro do Norte.

Outras empresas já implantadas também tiveram incentivos fiscais concedidos – juntas somam R$ 41,6 milhões em investimentos e já estão gerando 444 novos postos de trabalho, caso da Betânia, em Morada Nova, que emprega 1,8 mil trabalhadores e está investindo para diversificar sua produção – incluindo a produção de leite em pó, condensado e doce de leite.

Na reunião também foi aprovada a prorrogação de benefícios fiscais para 11 indústrias em atividade no Estado do Ceará, entre elas o grupo Votorantim, Diageo/Ypióca e Ambev. O Cedin ainda aprovou 34 concessões de benefícios nas importações de matérias primas e insumos para utilização de indústrias em funcionamento, entre as quais Vicunha, Vulcabrás, Grendene, Aeris e Vestas.

Saiba mais

O Conselho Estadual de Desenvolvimento Industrial (Cedin) é presidido pelo governador e decide questões que vão desde benefícios para atração de indústrias, incentivos fiscais para aquisição de insumos e máquinas ou até alterações na razão social de empresas. Integram o Cedin as secretariais do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), Planejamento e Gestão (Seplag), Fazenda (Sefaz) e Desenvolvimento Agrário (SDA). Também faz parte do Conselho a Agência de Desenvolvimento Industrial (Adece), vinculada à Sedet.