Nicolle Barbosa reúne servidores e faz balanço do primeiro ano de gestão

15 de janeiro de 2016 - 17:56

No ano passado, 20 empresas foram instaladas no Estado com incentivos do FDI , representando R$ 143,5 mi em investimentos

A Secretária do Desenvolvimento Econômico, Nicolle Barbosa, reuniu todo o corpo funcional da SDE, na manhã desta sexta-feira, 15, para apresentar balanço das atividades realizadas em 2015. Criada em 10 de março do ano passado com o objetivo de estruturar a governança do Estado de um corpo executivo capaz de concretizar os melhores interesses na esfera econômica, com sustentabilidade, a Secretaria superou, no primeiro ano de gestão, as expectativas iniciais.

No encontro, na Sala do Investidor, Nicolle falou sobre a priorização de ações para atração e consolidação de projetos de investimentos produtivos de relevância para a economia do Estado. Sobressaem-se, além dos incentivos fiscais concedidos, iniciativas de disponibilização de infraestrutura para os empreendimentos produtivos alcançados pela legislação especializada, tendo como executores, além da própria SDE, suas entidades vinculadas: Adece, Codece e ZPE Ceará.

Muito foi realizado no ano passado. Para se ter uma ideia, 20 empresas de médio e grande porte foram instaladas no Estado com incentivos do FDI (Fundo de Desenvolvimento Industrial), representando 1.394 empregos diretos e R$ 143,5 milhões em investimentos realizados. Embora 2015 tenha sido ano difícil para a economia brasileira, a atração de empresas no Ceará manteve a média de anos anteriores.

“Tranquiliza-nos saber que estamos mantendo o mesmo ritmo de anos anteriores”, observou a secretária do Desenvolvimento Econômico do Estado, que, na ocasião, agradeceu a parceria, comprometimento e ajuda de todos os servidores. “Somos uma grande equipe de trabalho e devemos estar numa mesma sintonia”.

O secretário adjunto Cláudio Ferreira Lima ressaltou a transparência administrativa e a capacidade de liderança da secretária Nicolle Barbosa. Ele ressaltou o papel estratégico da Secretaria do Desenvolvimento Econômico como fundamental para o Governo.”É a SDE quem puxa a receita pública, pois é quem traz empresas para investirem no Estado, gerando investimentos, emprego, renda”.

RESULTADOS POSITIVOS

Mas, os resultados positivos são frutos de iniciativas pioneiras da SDE. Somente no ano passado foram criados 12 Grupos de Trabalho e Ação, sob a coordenação da própria secretária Nicolle Barbosa. Dos estudos e reuniões, já resultaram três produtos; a nova política de incentivos fiscais do Estado; o Plano Estadual de Energias Renováveis; e a nova política de Ciência e Tecnologia. Esta última realizada em parceria com a Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitece).

Em dezembro último, a secretária criou e instalou o Fórum Integrado de Desenvolvimento. Integrado por presidentes das 25 Câmaras Setoriais, ele vai fortalecer os diversos setores da economia cearense, fomentando de forma transversal ações e propostas inovadoras para aprimorar o ambiente de negócios no estado. O intuito é identificar sinergias focando numa articulação permanente e na integração das cadeias produtivas.

As ações não se prenderam a Capital e Região Metropolitana. O Estado investiu no Interior, que recebeu um olhar prioritário, especialmente o pequeno empreendedor. Como prova é a instalação, pela Codece, do Distrito Empreendedor, em Crateús, onde oito pequenas empresas estão instaladas em um galpão em regime de comodato. E já está em estudo a instalação de novos distritos em diversas regiões do Estado.

Coordenadora de Comunicação
Suzete Nocrato 85 3444.2907 / 98212.7634
suzete.nocrato@sde.ce.gov.br