Nicolle Barbosa reúne-se com chineses que estão interessadas em investir no Ceará

10 de agosto de 2015 - 13:25

Ampliação do Porto do Pecém foi discutida no encontro da Secretária a Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China

A secretária do Desenvolvimento Econômico, Nicolle Barbosa, recebeu, em seu gabinete, comitiva da Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-
China, que demonstrou interesse em investir no Ceará. Na reunião, Nicolle apresentou as potencialidades do Ceará para receber investimentos, identificadas claramente pela infraestrutura já disponível, potencial energético e a localização estratégica, o que deixou a comitiva chinesa otimista com a possibilidade de negócios no Ceará.

“O Ceará tem uma infraestrutura adequada para receber investidores que queiram produzir para os mercados interno e externo. Temos desde um porto intermodal até a ZPE, única em funcionamento no País, afirmou a Secretária

“Nós temos interesse em fazer negócios aqui”, afirmou Fabio Ju Zhongwei, presidente da Câmara, elogiando o potencial do Estado. Além da infraestrutura e localização estratégica do Estado em relação aos continentes europeu, asiático e africano, a Secretária destacou a segurança jurídica que há no Estado no que diz respeito aos incentivos fiscais.

Os representantes da Câmara mostraram-se interessados pela ampliação do Porto do Pecém e informaram que já receberam proposta para participação em mais de dez modelos de portos nacionais, mas nenhum em funcionamento pleno e viável economicamente como o Pecém.

Um novo encontro ficou agendado para o próximo mês de setembro, com a vinda de empresários/investidores chineses ao Ceará.

Além de Nicolle e Ju Zhongwei, participaram da reunião o diretor Jurídico e membros da Câmara, respectivamente, Nelson Severo, Leonardo Padilha, Fabio Venâncio, Jean Michel Calliens e Luiz Mauro de Lima, além do presidente do Comitê de Relações Internacionais da Fiec, Marcos Oliveira; do presidente da Adece, Ferruccio Feitosa; do secretário de Desenvolvimento Econômico de Fortaleza, Robinson de Castro; do diretor de Desenvolvimento Social da Adece, Carlo Ferrentini; e do coordenador de Promoção e Negócios da SDE, Paulo Sombra.

Sobre a Câmara – A Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China foi fundada em 2002 em São Paulo por um grupo de empresários chineses no Brasil e age com objetivo de aproximar associações, órgãos governamentais e empresariais brasileiros e chineses, visando consolidar relações comerciais e culturais entre o Brasil e a China.