Lançado Seminário +TICeará, que terá como foco inovação, capital humano e políticas de incentivo

27 de julho de 2015 - 17:21

O evento, promovido pela SDE e Secitece, será realizado no dia 24 em agosto na Assembleia Legislativa

O “Seminário +TICeará: Conhecimento, Oportunidades e Desenvolvimento” foi lançado na manhã desta segunda-feira, 27, pelo titular da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Inácio Arruda, e pelo secretário adjunto da Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SDE), Cláudio Ferreira Lima. O evento, a ocorrer nos próximos dias 24 e 25 de agosto, discutirá os entraves e as potencialidades para o desenvolvimento do Estado, através do setor de TIC, com foco em três vertentes: inovação, capital humano e políticas de fomento e incentivo.

O lançamento contou as presenças do presidente da Câmara Setorial da Tecnologia da Informação (CS-TIC), Márcio Braga; do presidente da Citinova, Tarcísio Pequeno; Ariosto Holanda, da Conselho de Altos Estudos da Assembleia Legislativa, e do reitor da Universidade Estadual do Ceará, Jackson Sampaio; dos secretários adjunto e executivo da Secitec, Francisco Carvalho e Gilvan Paiva, respectivamente, além de representes das diversas áreas envolvidas com o setor de TIC e de grandes empresas instaladas no Ceará.

Uma iniciativa da SDE, Secitece e Câmara Setorial do TIC, com apoio da Citinova e do Senac, o Seminário reunirá setores do governo do Estado, Academia, mercado, produtores de bens e serviços de tecnologia da informação, financiadores e investidores, com o objetivo de fazer uma ação multi-setorial envolvendo os atores de todo o ecossistema de TIC do Estado e a sociedade para produzir um programa unificado e integrado de ações e políticas públicas de tecnologia da informação para o Ceará.

O secretário adjunto da SDE, Cláudio Ferreira Lima, alertou que não se pode trabalhar apenas com os três setores econômicos tradicionais – o primário, secundário e terciário. “Temos de passar a trabalhar com um quarto setor, que é do conhecimento, para dirigir melhor os recursos do Estado, criar os fundos e financiamentos adequados. É o conhecimento que infesta de inovação e criatividade todos os setores da economia”, afirmou.

Já o secretário Inácio Arruda lembrou que hoje no Estado estão registradas quase mil empresas dedicadas exclusivamente à Tecnologia da Informação com bom faturamento, sendo que destas dez já faturam mais de R$ 500 milhões ao ano. “É uma contribuição significativa para a economia do Estado e que além de uma indústria forte, tem uma transversalidade enorme entre diversos setores da economia – saúde, indústria, serviços, transportes, agropecuária, administração pública, ensino, pesquisa, dentre outros”, garante.

Segundo Arruda, um dos grandes dilemas do setor é como unir as diversas instituições que atuam para potencializar o desenvolvimento do Estado, uma área que gera empregos de alta qualidade para Fortaleza e o interior, e de forma ecológica e sustentável.

“A TI gera emprego, pesquisa, produtos e tudo isso, sem consumir água. Temos a inteligência, mas precisamos descobrir como desenvolver uma política interessante para atrair mais empresas para o setor, induzir nossa academia a produzir mais e ampliar os investimentos”, pondera. No ano passado, somente a Funcap investiu mais de 9 milhões nessa área diretamente, sem contar os financiamentos do CNPq, Finep e Capes.

Para o presidente da Câmara Setorial de TIC, Márcio Braga, é preciso descobrir como usar essa instrumentalização para transformar o Estado, a partir de um setor que tem crescido 15% ao ano. “Temos uma vocação inata mas há um movimento migratório muito grande. Hoje, 60% dos alunos do ITA são do Ceará”, aponta.

Após o lançamento, será elaborado um raio X do setor, a partir de uma pesquisa aplicada com um conjunto representativo de empresas compradoras, fornecedoras e universidades. É esse diagnóstico que irá balizar as discussões do Seminário, em agosto.

Coordenadora de Comunicação da SDE
Suzete Nocrato 85 98212.7634 \ 3444.2907
suzete.nocrato@gmail.com

Coordenadora de Comunicação da Secitece
Emília Augusta Bedê 85 99994.9140