Governo anuncia 30ha para construção do Centro de Serviços de Rochas Ornamentais

7 de maio de 2015 - 13:26

Secretária Nicolle Barbosa representou o governador Camilo Santana na abertura da feira Fortaleza Brazil Stone Fair, no Centro de Eventos

O Estado está disponibilizando 30 hectares de terra, no município de Caucaia, para a instalação do Centro de Serviços de Rochas Ornamentais do Ceará. O anúncio foi feito pela secretária de Desenvolvimento Econômico, Nicolle Barbosa, na abertura da feira Fortaleza Brazil Stone Fair, na noite desta terça-feira, no Centro de Eventos, quando representou o governador Camilo Santana na solenidade.

“Na condição de Secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado comprometo-me com o setor a buscar os recursos necessários e fazer as articulações precisas para a concretização do desenvolvimento do setor. A indústria da mineração não utiliza água e responde rápido ao incremento da economia”, afirmou Nicolle, ressaltando que o setor de mineração é prioritário para o governo Camilo Santana.

Há anos o setor de mineração do Estado vem reivindicando a instalação de um centro de serviços. Os representantes da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva Mineral asseguram que, conquistada tal demanda, o Ceará deixará de mandar granito em blocos para outros estados, que hoje o beneficiam e o exportam, e, segundo o governo, é preciso agregar valor a tudo o que o Ceará produz.

“Grande parte da pauta de exportação de granito beneficiado de outros estados, tem sua produção originada no Ceará. Essa realidade precisa mudar”, observa a Secretária de Desenvolvimento Econômico, ressaltando que temos as competências necessárias para aumentar a capacidade local de beneficiamento, além de infraestrutura logística que permite ao Estado exportar, via porto do Pecém, mais de 100 milhões de dólares ao ano.

EXPORTAÇÃO

No Brasil, a extração de rochas ornamentais ganhou escala industrial na década de 1950, especialmente com a exploração e extração de mármores. Mas, foi somente a partir da década de 1980, que o país se tornou exportador. Segundo o Departamento Nacional de Produção Mineral, em 2010, o Brasil já ocupava a quarta posição no ranking dos maiores produtores e exportadores do mundo. No ano seguinte caiu uma posição.

O Ceará tem quase a supremacia nacional de “Quartzitos” de coloração clara e branca. Foi pioneiro e hoje lidera o fornecimento de “Limestones” para o Brasil e exterior. “Somos uma das fronteiras mais importantes do Brasil no tocante aos granitos exóticos e super exóticos”, reforça a secretária. O núcleo de mármore integra mais de 200 empresas espalhadas por todo o estado.

Na extração de granito, o Ceará sempre esteve na vanguarda brasileira e foi um dos pioneiros no uso das máquinas a fio diamantado, ainda no início da década de 1990. “Não por acaso temos hoje o segundo maior parque industrial nacional, o que aponta para, num horizonte de médio prazo, tornar o Ceará o terceiro mais importante polo de rochas ornamentais do Brasil”, conclui a secretária.

Suzete Nocrato

Assessora de Comunicação (85) 8212.7634 / 3444.2907